20 segredos que toda scrapbooker deveria saber – parte #7

Meninas vamos aos outros segredos;

#7

Você tem um estilo de scrapbooking que é único, assim como sua caligrafia; não existe outra igual.

Se você olhar para todo o trabalho de um artista famoso ou scrapper verá que no inicio ele foi influenciado pelo trabalho de outros mestres, até que encontraram um estilo próprio. Isto vem desde a época do romantismo, do período gótico e da renascença.

Talvez você ainda não saiba qual é o seu estilo, mas conforme você vai construindo seu layout e estudando o trabalho de outras scrappers, seu estilo aparecerá; ou melhor você se identificará mais com o trabalho de algumas pessoas do que de outras.

O estilo pode mudar conforme as técnicas que você aprende e até com a maturidade que você adquire ao longo dos anos. Quando olho meus layouts antigos tenho vontade de morrer de vergonha!

Seja paciente e se permita o prazer de desfrutar dessa descoberta.

Aqui uma homenagem às minhas scrappers favoritas:

Do Brasil: Anne Sereguetti

Dos Estados Unidos: Maggie Holmes

Da França:  Celine Navarro

créditos: Jill Davis fundadora do Scrapbook.com

Anúncios

20 segredos que toda scrapbooker deveria saber – parte #6

Meninas vamos aos outros segredos;

#6

Você não vai gostar de cada material e ferramenta scrapbooking e mais importante você não precisa gostar de tudo. Até para uma compulsiva como eu isto se aplica!

O que você colocar em seus álbuns e como você vai enfeitá-los, se vai decorar layouts com botões, costura, tags, papéis rasgados, bailarinas, etc…, depende de você.

Se seu estilo é simples e clean, papéis brilhantes e chamativos não vão fazer a sua cabeça. Quanto mais você conhecer o seu estilo, mais você vai saber quais materiais serão apropriados para utilizar nos seus layouts e quais você vai gostar de trabalhar.

Se você tiver dúvidas como uma determinada ferramenta funciona ou se ela foi um bom investimento para outras pessoas experimente entrar em blogs e ler os comentários de quem já comprou aquela ferramenta. Vale super a pena.

créditos: Jill Davis fundadora do Scrapbook.com

20 segredos que toda scrapbooker deveria saber – parte #5

Meninas vamos aos outros segredos;

#5

Alguns  elementos podem lenta e silenciosamente arruinar suas fotos e memórias. Você já deve ter ouvido o termo “acid-free”, “lignin-free” ou “archival-safe” quando se trata de scrapbooking. Estas são coisas boas para procurar quando for comprar produtos de scrap, mas ao invés de ir para um monte de detalhes sobre cada um, considere o seguinte:

– Papéis ácidos e soluções, você viu como eles ficam amarelos e com as pontas quebradiças [por exemplo em recortes de jornais antigos, canhotos de ingressos ou fotos]. A causa desta deterioração são a ácidos utilizados no processamento e impressão dos papéis e sua reação com o ar. Quando um trabalho é pH neutro, “lignin-free” ou “acid-free” as fibras não amarelam ou enfraquecem, como aqueles que contêm quantidades elevadas de ácido.

Além disso, o ácido contido nas tintas, papéis, papel de jornal, e itens de memorabilia pode amplificar os níveis de ácido em torno das suas fotografias através de “migração de ácido.” Os ácidos causam uma reação química lenta que afeta a longevidade e a cor das fotos. Para retardar este processo, use papel, adesivos, tintas e suprimentos “acid-free”. Existem “deacidification” sprays  como Archiver’s Mist ou Kylon Make-It-Acid-Free disponíveis em lojas de scrapbook. Use-os para neutralizar o ácido em recortes de jornal e outros itens que são feitos com papel ácido, mas não nas suas fotos. Atenção estes sprays não podem restaurar os itens que já estão danificados.

– Os líquidos podem destruir suas recordações, fotografias e negativos. Portanto armazene todo o seu material de scrapbook incluindo as fotos e os álbuns em local seco protegido de canos de água quebrados, umidificadores e etc… Além de manter bebidas e líquidos fora de sua área de trabalho.

– A luz solar pode eventualmente, alterar ou destruir fotos, negativos, layouts e álbuns. Portanto armazene-os em um local livre de luz solar direta.

– Temperaturas extremas também causam danos à fotografias, negativos, layouts, protetores de página, e os álbuns. Se possível, guarde tudo em temperatura moderada e em locais onde a umidade é baixa.

– Impressões digitais, enquanto inicialmente invisível em fotografias, negativos, e layouts; acabam se tornando visíveis ao longo do tempo. Tente manusear as fotos com cuidado, segurando-as sempre pelas bordas, não se esqueça de lavar as mãos freqüentemente durante o trabalho para não acumular óleo nelas. Alguns extremistas só usam luvas de algodão ao manusear fotografias e negativos.

– Plásticos podem danificar seu trabalho. Alguns protetores da folha, álbuns e cantoneiras (ou são feitas inteiramente de) de polietileno ou de policloreto de vinilo (PVC), vulgarmente conhecido como “vinil”. PVC é um plástico instável e libera um cloreto de hidrogênio, gás que corrói silenciosamente as suas fotos e layouts. Não compre material de scrapbooking contendo PVC ou seu primo, o acetato de polivinila (PVA). Em vez disso, procure acrílico ou poliéster (Mylar / poliéster e polipropileno). Eles são quimicamente estáveis ​​e irão proteger o seu trabalho. Se não tiver certeza da composição de um produto, às vezes vocês podem identificar PVC pelo seu odor de plástico forte. Além disso, veja se eles tem na etiqueta a seguinte identificação CK OK, significa que eles estão OK para os critérios do scrapbook.

– Chipboard é feito de papel reciclado, que é ácido. Chipboard (muitas vezes utilizados para capas de álbuns, letras do alfabeto, molduras e formas) precisa de um spray de “deacidification” se ele foi colocado muito perto de uma foto em um layout, a não ser que ele tenha ” acid-free” ou “ácido livre” na embalagem.

– Canetas esferográficas, quando usadas para escrever nomes  e datas nas costas das fotos, podem causar danos, escrever com uma
esferográfica podem deixar marcas visíveis impressão na parte da frente de sua foto. Além disso, pode haver transferências de tinta se a foto é colocada sobre uma pilha de fotos, tinta borrando outras fotos podem ocorrer. Portanto evite canetas esferográficas quando for fazer scrapbooking, use canetas “photo-safe”.

– Álbuns magnéticos de fotos (álbuns com páginas colantes coberta em acetato transparente) têm páginas revestidas com um ácido
adesivo que vai danificar gravemente ou até destruir suas fotos, se o adesivo grudar no verso de suas fotos e você pode não ser capaz de removê-los. Se você tiver fotografias em álbuns como, tente retirá-las o mais rápido possível. seu futuro agradece pelas suas memórias resgatadas.

DICA: Se as suas fotografias são “presas” nas páginas de um álbum magnético, com cuidado coloque um fio dental esticado entre
a foto e a página e vá tentando soltá-la, ou tente aquecer com um pouco de calor de secador de cabelo a fotografia [atenção o calor não pode ser direto, se não ela vai ficar com bolhas. Se ainda assim suas fotos estão imóveis, faça uma cópia colorida ou scaneie a página e use as réplicas em seus scrapbooks. Se você quiser manter o álbum original com as imagens ‘presas’, armazene-o em um lugar escuro, fresco e seco.

créditos: Jill Davis fundadora do Scrapbook.com

20 segredos que toda scrapbooker deveria saber – parte #4

Meninas vamos aos outros segredos;

#4

As Scrappers usam colas e adesivos especiais “acid free” para poder montar seus layouts. Algumas coisas podem ser costuradas, grampeadas, presas com bailarinas ou amarradas, mas a maioria delas são coladas.

Cola de scrapbook não é como a cola branca escolar, cola pritt, e fita adesiva. Estas colas de scrap são especiais [por isto custam mais caro] pois são sem ácido ou pH negativo, ou seja, foram feitas especialmente para ajudar a preservar as suas fotos e recordações sem provocar aquelas manhas amareladas. Com certeza todo mundo já teve o desprazer de ter uma foto linda estragada por estas manchas e o pior, você perdeu o negativo.

créditos: Jill Davis fundadora do Scrapbook.com

20 segredos que toda scrapbooker deveria saber – parte #3

Meninas vamos aos outros segredos;

#3

O Scrapbooking pode ser realizado de diversas maneiras.
Aqui temos cinco:

Life Scrapbookers –  são aquelas pessoas que fazem scrap sobre a vida de uma forma regular, às vezes diariamente. Seja preparando os itens que irão entrar nos álbuns, fazendo compras de material de scrap ou realmente trabalhando nos próprios layouts, estas scrapbookers estão sempre tirando suas fotos das caixas, plugando sua máquina fotográfica no computador e pensando em scrapbook.

Event or theme scrapbookers – são aquelas pessoas que fazem scrap  “conforme necessário”. Por exemplo, quando sai de férias e viaja para um lugar muito bacana. Quando um bebê nasce, elas fazem um álbum para narrar os primeiros anos de vida do bebê ou álbum sobre história de seus antepassados.

Photo-album scrapbookers –  podem ser life ou event scrapbookers, mas a diferença é que usam álbuns de fotografia convencional para preservar fotos em vez de layouts em scrapbook. Colocaram suas fotos em álbuns divididas por ordem cronológica ou por evento. As fotos 10×15 vão nos bolsos do álbum, mas alguns bolsos ficam reservados para colocarem um mini layout contendo um título e detalhes sobre aquele grupo de fotos. O processo é rápido, fácil e familiares são capazes de desfrutar de suas fotos a qualquer momento.

Digital scrapbookers – são as scrappers que criam os layouts em seu computador usando o Photoshop ou outro programa de edição utilizando elementos digitais que se assemelham a jornais, tags, botões, clipes, molduras, etc… Elas podem deixar os layouts armazenados no computador, compartilhá-los na internet, ou até imprimi-los para colocá-los em álbuns de scrap. Definitivamente esta é a maneira mais barata de se fazer scrap.

Hybrid scrapbookers – são as scrappers que misturam o scrap digital e o scrap tradicional de papel. Por exemplo se você baixa um freebie lindo da internet e imprime na sua casa para colocar no seu layout, você está fazendo hybrid scrabook.

créditos: Jill Davis fundadora do Scrapbook.com

20 segredos que toda scrabooker deveria saber – parte #1

Meninas,

Com base no e-book da Jill Davis fundadora da Scrapbook.com vou postar vários artigos falando sobre os 20 segredos que toda scrapbooker deveria saber.

#1

Scrapbook é um hobby e uma forma de arte.

O objetivo do scrapbooking é combinar fotos, recordações [ingressos, fios do primeiro corte de cabelo e etc…] e as histórias da vida em um formato [layout ou álbuns feitos com material de scrapbook no caso] para que seja gostoso de ver e relembrar.

Layouts podem ser feitos da combinação de vários papéis ou para quem preferir utilizando tintas, carimbeiras, UTEE, gesso e etc… A escolha é sua e a imaginação é o limite.

Não fique desapontada com o seu layout, cada um tem seu estilo. Alguns trabalham melhor com papéis, fitas, carimbos, stickers, botões e etc.. enquanto outros trabalham melhor com tinta, chalk, sobreposição, papel rasgado, colagem, transfer e etc…. Vários scrapbookers usam a combinação destes dois estilos.

Se você quiser um scrap completamente artístico e profissional você provavelmente deverá considerar estes seguintes pontos:

1) Tenha aulas de fotografia e leia livros sobre o assunto. Existe uma grande diferença entre um clique despretensioso e uma foto bem tirada. As fotografias são tiradas trabalhando muito com o principio da composição e da luz. Você não precisa de uma máquina profissional para tirar boas fotos. Quando se tem boas noções e conhecimento sobre o assunto você consegue tirar boas fotos com as máquinas ‘point and shoot’.

2) Aprenda técnica sobre tintas que modificam e alteram a aparência de papéis e outros objetos.

3) Relembre suas aulas de redação, aprenda como contar histórias, elas serão a alma do seu journaling.

4) Descubra como fazer todos os elementos do seu layout enaltecerem a história que você quer contar.